Não sei porque não há uma revolta no Brasil

O Brasil, na verdade, tem um histórico de revoltas: Inconfidência, Canudos, contra a ditadura…

Mas realmente fico estupefato com a falta de revolta que nos assola.

Não digo revolta pessoal, assim “tô revoltadinho!”. Desse jeito todos ficamos, inclusive eu.

Mas falo de uma quebradeira geral, panelaços (alô hermanos!), greves, porradas nos políticos!

Não citarei as dezenas de casos que quase me fazem vomitar, mas citarei apenas um: os 97 novos contratados no Senado a um salário de 10 mil reais.

Temos um gasto a mais de quase 12 milhões ao ano.

Uma merreca em termos de Brasil, certo?

Mas uma “merreca” pra 97 pessoas. 97 pessoas. Vira um desbunde.

Analisemos o caso da seguinte forma:

Considerando o valor de uma casa popular (60m2) em R$ 16.200,00, teríamos, pelo valor pago aos 97 mamaterios trabalhadores, 740 casas. 

Se utilizarmos novas tecnologias, podemos reduzir o custo e teríamos, então, mais do que isso. Mas tudo bem, falemos em 700.

SETECENTAS casas para 700 famílias todos os anos. Em 10 anos, ao invés de enchermos os bolsos de 97 mamateiros trabalhadores, teríamos 7.000 famílias atendidas somente com este aumento de verba em cada gabinete.

Porém, cares brasileires idiotes como eu, pensem o seguinte:

“Cada senador recebe R$ 16,5 mil de salário, com direito aos décimos terceiro, quarto e quinto (esses dois últimos concedidos no início e no final de cada sessão legislativa). Além disso, têm direito a R$ 15 mil de verba indenizatória, R$ 3 mil de auxílio-moradia, R$ 4,2 mil de conta de telefone e correio, R$ 9,9 mil com passagens (em média, pois depende do estado de origem do parlamentar), gastos com combustível e um carro a disposição com motorista.” (Contas Abertas)

Dá um total de 140 milhões por ano e só trabalham 3 vezes por semana!

E isso tudo pra um bando de fidaputas que não atuam da maneira que deveriam para, de fato, melhorar esta merda de país!

VEJA tabela com o que roubam ganham estes ladrões imunes à Lei (Contas Abertas).Revoltante, não acham?

Mas o que fazemos?

Não basta votar, certo?

Realmente, me sinto paralisado.

Não sei como não há uma revolta generalizada no Brasil.

Não sei como estes sacripantas conseguem 4 passagens aéreas por mês para seus estados de origem e voltam vivos pra Brasília…

12 comentários sobre “Não sei porque não há uma revolta no Brasil

  1. André Maurois diz, pela boca de um personagem, que “políticos só são importantes porque os jornais vivem dizendo para você que eles são”. (Por falar nisso, a própria Mesa Diretora do Senado já deu “máquinas atrás” nesse “trem da alegria”).

    Eu acreditava que a Ditadura Militar tinha muito a ver com essa indiferença do povo brasileiro, mas me dei conta de que de 1964 a 1985, se foram só 21 anos, e já vamos passando dos 23 de “Estado de Direito”, e a coisa não melhora…

  2. Ola
    Gostei mto da seu website, acho otimo o incentivo para melhorar nosso pais (e nosso mundo).
    Moro fora do Brasil e fico assustada com as noticias e a falta de motivacao nas pessoas para pelo menos tentarem mudar a situacao.
    Falta motivacao, o povo brasileiro esta cansado.
    Abracos
    Caroline

  3. Oi Caroline,

    Eu nunca morei fora do país, mas considero que viajo razoavelmente. Voltei da Argentina neste domingo passado, por exemplo. E sempre que eu volto, mais me revolta.

    Não é que tudo seja perfeito lá (aí) fora, mas há coisas que acontecem por aqui que não vejo em lugar nenhum e, sinceramente, não há a mínima razão para acontecer. Poderia muito bem ser resolvido com meia dúzia de canetadas e um pouco de civilidade.

    Sei que falta motivação e o povo está cansado. Mas brigar, lutar, pagar por um time de futebol eles fazem…

  4. Declev Dib ,
    Dentre a enorme quantidade de sangue-sugas da “População Brasileira” que são os atuais partidos políticos,não existe um que possua em sua sigla a palavra PATRIÓTA ! Esta é a razão de vivermos num verdadeiro Anarquismo.
    São eles ( os atuais “políticos” ) que fazem as leis brasileiras e por serem farinha-do-mesmo-saco
    não querem as mudanças radicais que são tão necessárias para que sejamos uma melhor população à ocupar este Maravilhoso Território e passarmos à ser Uma dentre as Melhores Nações do Mundo!
    Consciência Social só surge com um ótimo Sistema Educacional e isto é o que de fato não interessa
    aos atuais “eles”.Para então mudarmos “eles”, só com Uma Revolucionária e Autêntica REFORMA POLÍTICA , que aos atuais “eles” muito menos interessa ! Então antes de partirmos ao extremismo quase sempre liderados por impatriótas ou por já compromissados com interêsses ocultos, devemos formar uma corrente nacionalista que indique a insastifação atual do Pôvo Brasileiro para com o atual sistema político que permite eternizar “eles”.É difícil , não : basta que a Corrente Nacionalista seja constituída pelos eleitores ao anularem os seus votos já nesta próxima eleição. Desta forma provaremos que temos a força da união para impormos uma autêntica Revolução Nacionalista Brasileira !
    Abraços à todos.
    Somel Serip
    somelserip@gmail.com

  5. É Somel,

    Esta reforma política é extremamente necessária.

    Mecanismos que dêem à sociedade maior poder de controle e que regrem a atividade política.

    O João já disse lá em cima: temos mais tempo de “democracia” do que de ditadura.

    Só que democracia não é “os políticos eleitos pelo povo fazem o que acham que devem fazer”.

    Pra mim, democracia exige a participação efetiva de todos, não só pelo voto.

    abraços.

  6. Agora (que estou longe de minha biblioteca), nem me lembro mais em que livro está o artigo de Monteiro Lobato que falava exatamente sobre “eleições” e esse vago “eles” que “mandam”.

    O chato é que os políticos não são alienígenas, escalados por alguma “potência das trevas”, com o a missão de manter o povo brasileiro “na pior”… São legítimos representantes de nosso povo ignorante, interesseiro, individualista e irresponsável.

    E nenhum país do mundo está livre dessa praga (é só acompanhar os noticiários dos jornais estrangeiros e constatar…)

    A maior ou menor qualidade dos “eles” depende do grau de instrução do povo, mas só até certo ponto… Enquanto o voto for “igualitário”, não há solução. “Elitismo” meu?… Sem dúvida!

  7. Certo, João, pode ser…

    Culpa do povo ignorante sim, mas também dos nem tão ignorantes assim.

    Acho que depende do grau de instrução do povo – em primeira instância -, mas também do grau de civilidade, cidadania, etc. do povo (que também pode ter relação com o primeiro fator).

    Mas eu falo em relação à delegação de poderes quase que absolutos de nossa democrática república.

    Não é só porque são legítimos representantes que podem fazer a cagada ou a roubada que quiserem depois de legitimamente representados pelas eleições.

    Faltam formas de direcionamentos dos trabalhos, punições, controles, etc.

    Se não dos “ignorantes” que os elegeram, ao menos dos outros que, mesmo sem terem votado, também são representados por eles.

    abraços.

  8. Acho que depende do grau de instrução do povo – em primeira instância -, mas também do grau de civilidade, cidadania, etc. do povo (que também pode ter relação com o primeiro fator)

    Precisamente!… Tem tudo a ver!… Mas, mesmo em sociedades com maior grau de instrução, existem os individualistas, etc…

    Eu usei o termo “legítimos representantes” no sentido literal: são um monte de “vivaldinos espertos” que convencem “vivaldinos que pensam que são espertos”… Idiotas, uns e outros…

    O “Titanic” está afundando e os “vivaldinos espertos” estão aproveitando a confusão para roubar os talheres de prata… Enquanto que os “vivaldinos que pensam que são espertos” se contentam em roubar as toalhas com monograma…

    Exemplo disso são os “laranjas” que são nomeados para cargos públicos – onde nem aparecem – em troca de receber uma parte do salário. O que sobra, vai para conta da “otoridade” que conseguiu a nomeação.

  9. Declev, olá!
    Todos os jovens,a partir dos dezesseis anos representam uma grande força renovadora e cheia de esperança em ter um País melhor para viver!Agora eles podem ajudar na criação da que chamo “Corrente Nacionalista Brasileira” ao anularem seus votos já nas próximas eleições!
    Por que querem que escolhemos o menos ruim dentre os candidatos por eles aceitos (impostos)?Vamos então nos rebelar contra esta máfia política e demonstra-lhe toda nossa intolerância e provar até internacionalmente que o Povo Brasileiro esta unido exigindo uma Reforma Política Radical.
    Vamos todos nós anular nossos votos!
    Este é o primeiro passo que podemos dar e sem nos comprometermos com falsas lideranças!
    Abraços à todos!
    Somel Serip
    somelserip@gmail.com

  10. Pingback: Declev via Rec6
  11. sr somel depois de ter lido todos os comentarios acima,sei q asua iniciativa vai render frutos pro futuro.OBS não irei expressar á minha opinião.Por enquanto vou acompanhar sua pagina em off.+ está de parabens

  12. Ivan F. de Souza , olá !
    Agradeço seu apoio e gostaria que você , Ivan , por ser jovem , considerasse essa “minha” iniciativa como sua pois , na realidade , a iniciativa é de todos os eleitores conscientes de que a participação em grupo – UNIÃO – é que irá criar uma influência positiva ao outro grupo de eleitores , dos que pertencem aos currais eleitorais : Fome Zero , Bolsa Família , Bolsa Gás , Bolsa Luz etc .
    Em relação ao seu interesse de acompanhar , indico o locais :
    http://feeds.feedburner.com/SomelSerip
    http://somelseripbomsaber.blogspot.com/
    Ivan , por E-mail : somelserip @ gmail . com , poderemos dialogar à sua vontade !
    Aproveito para elogiar ao Declev Dib-Ferreira por este seu tão importante espaço !
    Abraços à todos !
    Somel Serip .

Os comentários estão encerrados