Pra início de conversa – o que é meio ambiente?

Esse texto eu fiz, a pedido, para um jornal de bairro, o “Folha da Ilha”, aqui do Rio de Janeiro.

Como foi o primeiro de uma série, tem o tom de um início de conversa, por isso o nome.

Já foi publicado e, por isso, republico aqui, assim como eu farei com os outros.

Divirtam-se…

 

Referência:

DIB-FERREIRA, Declev Reynier. Pra início de Conversa. In: Jornal Folha da Ilha. Rio de Janeiro: RJ, n.º 12, ANO I, setembro, 2008, p.9. 

 

PRA INÍCIO DE CONVERSA

Nossa cabeça normalmente pulula de pensamentos. Somos assolados minuto a minuto com eles, em uma rapidez absurda. A vontade que temos, muitas vezes, é colocá-los pra fora, em ordem, num papel, mostrá-los ao mundo, discutir nossas idéias, conversar com os outros e achar pontos em comum.

Ao fazê-lo por escrito, aqui, é isso o que pretendo: lançar sementes de idéias, que possam crescer e, quiçá, darem outros frutos e novas sementes. Disseminar pensamentos não absolutos, mas que possam servir de inspiração para uma rica discussão sobre os temas abordados.

Uma floresta de idéias.

Ao ser convidado a escrever ao jornal, vislumbro a oportunidade iniciar a plantá-la. E aproveito estendendo o convite à discussão, comentários, concordância ou discordância de quem ler.

E em se tratando de meio ambiente, apesar do aparente consenso, muitos embates se apresentam.

Falar sobre meio ambiente hoje é “moda”, mas nem sempre foi assim. A premência do assunto vem acompanhando a necessidade da própria mudança no que fazemos com nosso meio. E o nosso meio é onde vivemos.

Falar sobre meio ambiente é, portanto, falar de onde vivemos. Encontramos em muitas fontes a referência ao Planeta, à Terra, à “Nave Mãe”. É certo que aqui vivemos, mas, antes disso, nosso meio ambiente é outro.

Podemos tratar sobre Aquecimento Global, Camada de Ozônio, Desmatamento da Amazônia – e vamos fazê-lo em outras oportunidades –, mas temos um ambiente mais próximo de nós para nos preocuparmos também.

Meio ambiente é tudo o que tem a ver com nossa vida, tudo o que nos cerca e nos influencia. É o conjunto de fatores naturais, sociais e culturais que nos envolve e com os quais interagimos. Nosso corpo e tudo o que a ele se refere – alimentação, estresse, saúde, bebidas, drogas, exercícios, etc. –, nossa casa, nossa família, nosso local de trabalho…

Como é nosso meio ambiente? Esse que está ao nosso redor, diretamente ao nosso redor, com o qual lidamos diariamente? O que fazemos com nosso meio ambiente? O que fazemos pra melhorá-lo ou não? O que fazemos que o transforma em um local cada vez pior?

São questões que esquecemos no meio da roda viva do dia-a-dia. Mas  transformar o local onde vivemos em um lugar melhor pra todos é tarefa de todos. Uma melhor habitação, melhor qualidade de alimentação, um melhor transporte público, trabalho digno, formas de lazer adequadas, prevenção de doenças e tratamento da saúde quando necessário, respeito mútuo, especialmente aos mais jovens, aos mais idosos, aos mais necessitados…

Fazer a nossa parte é um começo, mas não o suficiente. Batalhar por uma rua melhor, um bairro melhor, uma cidade melhor deve ser constante, e isso não se faz sozinho. É necessário participação, união, a força do trabalho em conjunto. É necessário, além do que podemos fazer por nós mesmos, o que podemos fazer juntos.

Por isso a força do coletivo, da reivindicação, da ação política.

Devemos caminhar para a evolução desta democracia representativa que nos imobiliza – quando votamos em alguém e achamos que ele fará tudo por nós, deixando nosso “meio” em suas mãos – para uma democracia participativa, quando, além de votar, direcionamos nossos representantes para uma atuação voltada a toda sociedade, para o bem comum.
Isso inclui o meio ambiente. Isso pode começar agora.

Estamos em época de eleição. Será que em quem votaremos trabalhará para o bem do nosso meio ambiente? E será que nós o ajudaremos – com fiscalização, cobranças, colaborações – para que isso aconteça?

14 comentários sobre “Pra início de conversa – o que é meio ambiente?

  1. Eu costumo cobrar dos legisladores (mesmo aqueles em que eu não votei… 😉 ) suas atitudes quanto a Leis importantes. Uma das formas de fazer isso são as “petições on-line”. Mas os “abaixo-assinado” também funcionam. Ou um email para o Vereador/Deputado/Senador.
    Quem ler, pode nem levar a sério, mas, sempre que eu mando um email para um senador, sempre tenho resposta (provavelmente escrito por um assessor, mas dá na mesma).
    Ah!… Sim… A coisa também funciona para as Ouvidorias, Corregedorias e Serviços de Atendimento ao Consumidor.
    Para um só reclamando, eles podem apenas responder “queixa anotada. Estamos providenciando”… Mas para uma enxurrada de emails, a coisa já é bem diferente.

  2. A idéia é justamente essa, João.

    Acho que temos muito pouca cultura de participação, de cobrança. Só nos mexemos – e olhe lá! – quando nos afeta direta-diretamente.

    Pretendo escrever um post mais adiante colocando telefones e endereços (emails) úteis pra quem quiser começar um movimento neste sentido, que você falou que você faz.

    Você poderia me mandar alguns, pra eu somar aos que tenho?

    Abraços.

  3. Olá!
    Estou pesquisando a respeito de “meio ambiente”, pois pretendo que este seja meu tema de trabalho de conclusão de curso.
    A principio, digo antes de ler este texto, pensava em um tema que está na “moda” mas, após estes minutos de leitura, percebo que é muito mais do que isso, é sim, vida, futuro, dia a dia, é amor em tudo e em todos, assim como diz as escrituras, é amar ao próximo como a nós mesmos, é amar as maravilhas que Deus nos deixou, é sim amor. Que este amor contagie a todos para “um ambiente” melhor. Que este amor invada cada lar, cada escritório, cada indústria, cada coração que vive e que precisa de um “ambiente” melhor em todos os sentidos.
    Obrigada à “você” por abrir minha visão e a Deus por nos conceder a oportunidade de amar.

  4. Carissímo Amigo Ambientalista Dib-Ferreira,estimo que esteja bem.
    Sou Aluno de Pós-Graduação em E.A.Pela UNG Universidade Guarulhos-SP.,estou agradecido que encontrei uma alma com os mesmos idéais,sempre tive em mente que quando nos queremos fazer alguma coisa o Universo Coopera,ao encontrá-lo,em minhas pesquisas,agora tenho a oportunidade de comprovar estes fatos.Carissímo Amigo,ao estar em comunhão,encontramos almas sábias e em contato com a aura da Terra que esta em movimento celeste e puro,mesmo que tudo tem mostrado adverso.Carissímo Amigo,assim Jesus nos qualificou,sois meus Amigos…
    (Só quem é Amigo esta de Bem com o Ambiente).Depois que li seu artigo,fiquei mais receptivo ao ambiente.
    Um GRande Abraço.
    Antonio Rosa.

  5. adorei vcs me ajudarao a fazer um trabalho de ciencias tipo como uma provinha>>>>mais essse trabalho é em equipe e na minha equipe tem 8 pessoas vai dah tudo certo

  6. tipo assim, eu sou muito orgulhosa sabe, eu sou muito legaaal, sou legal pra caramba, mais tipo eu to nem ai pra essa coisa de meio ambiente, phoda-se trabalho da escola uma rola que eu faço, AS VEZES EU SOU MUITO FALSA ASUMO :$

  7. e tipo eu to ate que pensando em mudar de cheito, tipo acabaar com o planeta sabe kkkkkkkkk(pode me responder por aqui msmo ta)
    jogar lixo na rua, xiinga fazer um monte de babozeira, sabe porque?? porque depois o mundo caput e eu nao vou ter aproveitado a vida aaaarg entendeu?? meus mutivos sao obvios ne nao pessoal bijuukls(mariana melo e Duda melo aqui :*)

  8. i e isso ai, aai que demora me responde logo, hamtam, ta tarde por de mais ne tbem 2h da manha eu so vou sair daqui la pras 5h 6h da manha nuum sei beijos :*

  9. enquanto permanecermos calados e aceitando tudo da forma como esta ou disponibilizam para nós, nada mudará, temos que eleger com muita atenção os nossos governates, pois , estão são os representantes do povo e respponsáveis por criar leis e projetos que podem ou não melhorar a atual situação ambiental do nosso país. E hora de nos tornarmos agentes ativos e não passivos na construção das politicas públicas.

  10. olha gostei muito do se testo e queria sabe mas, eu de falar sobre o meio ambiente. OBRIGADO TCHUI DIESSE.

Os comentários estão encerrados