“o avesso do real”

            acho que mereço o mundo ao avesso do fim pro começo, sem lenço, sem endereço… pelo conformismo, pelo machismo, pelo canibalismo que vejo pelas esquinas e não faço nada, pela madrugada inescrupulosa, pela estrada tortuosa, pela menção honrosa que recebi pelo meu belo trabalho… tô cansado pra caralho pra […]

Continuar lendo


“o aguadeiro”.

  o aguadeiro anuncia a chegada, derramando sobre nós, anéis do tempo e espirais de espaço,,, bailam no ar ecos luminosos e multicoloridos, informando a transformação pós contemporânea em forma de outdoores,, de quando em vez o aguadeiro provoca enchentes catastróficas sobre cabeças ocres, sararás, chocolates, pretas,,, sobre a vil cidade também desabam boas novas: […]

Continuar lendo


“tarde?”

depois, não me venha reclamar da falta de memória, da infância inglória, da vitória não reconhecida no jogo lasso da vida, são marcas de um tempo em que já era permitido a ousadia, a rebeldia, agora é tempo de ética, de estética refinada, o tempo de vigília já passou, é hora do fazer, do agir, […]

Continuar lendo


Novo colunista do Diário do Professor: Dante Pincelli O Velho

Arte educador, músico, compositor, letrista, poeta bipolar, pode ir do romântico ao devastador numa vírgula. Pai, avô, marido e vascaíno. Procura a beleza e a plenitude nas coisas simples da vida. Emotivo e passional, se refugiou nas montanhas pra viver a vida que imaginou desde os tempos de criança. É um tanto ou quanto recluso

Continuar lendo


Como a Contação de Histórias e as Artes podem ajudar o professor a ensinar

Escrevo esse artigo, rápido e objetivo, apenas para relatar uma entre várias experiências parecidas e excelentes que tive com turmas de segundo segmento do Ensino Fundamental, esta acontecida em 1998, em escola particular, onde atuei como pedagoga, contadora de histórias e arteterapeuta convidada.

E é assim, circulando entre teoria e prática, reflexões e ações, que pretendo contribuir cada vez mais por aqui, no blog Diário do Professor.

Continuar lendo