Competição, vestibular, índices de avaliação, provas… São ferramentas boas para a educação?

Como montar um projeto de educação para uma mudança societária?

Com projetos competitivos? Com Enem, Ideb, concursos e atividades do tipo?

Apesar da saber que têm as suas razões de existir – pela falta atual de outras formas avaliativas -, como venho afirmando insistentemente, ao me ver, não.

Continuar lendo